Siga-nos:

11 formas de manter o estilo, mesmo com um orçamento apertado

 
Carreira & Dinheiro

11 formas de manter o estilo, mesmo com um orçamento apertado

Mulher vestida com estilo

Em tempo de instabilidade financeira, a compra de mais uns jeans ou saltos altos parece supérfluo e, para muita gente, sinónimo de endividamento. Não sacrifique a sua conta bancária em nome do estilo, até porque este constrói-se, não se adquira. Inspire-se nestas dicas para estar sempre no seu melhor, mesmo quando não pode abrir os cordões à bolsa.

  1. Maquilhagem da moda. Não há update de visual mais trendy ou rápido do que pintar as unhas com uma das cores hot da estação. E quem diz verniz, diz todo o tipo de cosméticos: batom, gloss, sombra, blush… todos eles investimentos de baixo custo, para um look irrepreensível.
  2. Meias & Collants. Não pode, de maneira nenhuma, comprar aquelas botas ou sapatos lindos que anda a namorar há séculos? Injecte um pouco de cor e glamour com a aquisição de meias ou collants com padrões giros, para um efeito igualmente novo e inspirador.
  3. Acessórios actuais. Os acessórios – brincos, colares, pulseiras, relógios, cintos e lenços – nunca saem de moda, apenas se usam mais ou menos, por isso, organize os seus e toca a exibi-los. São a forma perfeita e económica de conferir um “wow” a qualquer visual, até ao mais básico.
  4. Mala velha renovada. Em vez de comprar mais uma mala, rentabilize todos os modelos que tem esquecidos no armário e compre uma divertida carteira para trocos ou uma pequena bolsa de maquilhagem para andar sempre consigo, dando assim uma lufada de ar fresco ao interior da sua velha bolsa. Em alternativa, aproveite eventuais lenços que possa ter nas gavetas, para atar nas alças das suas malas para um fashion upgrade instantâneo.
  5. Jeans reciclados. Adora a nova moda dos jeans rasgados e branqueados, mas não tem o dinheiro para investir numa tendência que pode até não chegar ao próximo ano? Vasculhe no seu guarda-roupa até descobrir um par de jeans velhos e gostos, agarre numa tesoura e/ou um pouco de lixívia e faça você mesma. Pense “fora da caixa” e com todas as novas colecções é capaz de se surpreender com recurso ao seu próprio armário (ou o da sua mãe, irmã…).
  6. Lingerie especial. É daquelas mulheres que tem uma gaveta cheia de lingerie linda que guarda exclusivamente para aqueles momentos especiais? Em tempos de crise e quando é obrigatório limitar-nos a espreitar as montras, sem visitar os vestiários, é preciso procurar outras formas de nos sentirmos femininas e atractivas – ou seja, há que começar a vestir toda essa lingerie. Mesmo escondida, faz maravilhas ao corpo e à alma.
  7. Rentabilize o que tem. Uma carteira pouco recheada e a célebre síndrome “não tenho nada para vestir” pode ser uma dupla fatal para o seu estilo… mas felizmente não é o fim do mundo. Há quanto tempo não organiza a sua roupa? Sabe realmente tudo aquilo que tem? Coloque toda a sua roupa à vista e analise o que não veste há muito tempo e porquê? Talvez basta tentar combinar uma peça com outras menos esperadas ou então trocar os botões de um blazer ou reduzir a bainha de um vestido para voltar a vesti-lo. Resultado? Roupa nova, com o custo adicional de uma visita à costureira, se tanto.
  8. Pedir emprestado. Pedir uma camisola, casaco ou mala emprestada durante algumas semanas ou meses à sua irmã ou melhor amiga dar-lhe-á a sensação de uma aquisição nova que desaparece mais ou menos na altura de devolver o artigo. Por exemplo, no próximo Inverno faça uma troca de casacos com uma amiga – o único custo que terá será a conta da lavandaria antes da devolução à verdadeira proprietária. E ninguém precisa de saber…
  9. À venda. Não há volta a dar – as mulheres cansam-se rapidamente da sua roupa e o que parecia uma aquisição fantástica há dois meses, já deixou de ter o mesmo encanto hoje. Crie um blogue para vender a sua roupa usada ou semi-nova ou sirva-se dos sites já existentes para esse efeito, caso do eBay. Fazer dinheiro é a melhor forma de combater a falta dele.
  10. Santos saldos. Guarde o dinheiro entretanto ganho ou amealhado e canalize-o para as épocas de saldos, porém, não se desgrace. Aproveite a época da moda mais barata do ano para investir em peças intemporais e de boa qualidade para ter sempre o imprescindível no seu armário. Existem inúmeras formas de poupar em vestuário e calçado, por isso, informe-se. Claro que também é permitida uma ou outra pequena extravagância, afinal somos fashionistas, não economistas!
  11. Mimos corporais. Manter o estilo é assegurar uma beleza e um bem-estar radiante, por dentro e por fora. Se as idas a um spa parecem um sonho distante, pense outra vez! Não há nada mais fácil do que montar um spa caseiro e mimar-se dos pés à cabeça (não se esqueça do cabelo!) com tratamentos naturais preparados por si. Convide as amigas e desfrutem de uma tarde muito relaxante.
Comentários (0)