Siga-nos:

As 5 resoluções para o ano novo que não deve fazer

 
Saúde & Bem-estar

As 5 resoluções para o ano novo que não deve fazer

Mulher a escrever no diario

Ano novo, vida nova. Talvez seja por isso que chegado o dia 1 de Janeiro estamos determinadas a mudar a nossa vida… para melhor! O início de um novo ano é uma oportunidade para fazermos alterações significativas na nossa vida, porém, nem sempre é fácil, nem sensato, delinear determinadas resoluções, principalmente se sabe que estas não podem ser cumpridas ou porque simplesmente não dependem de si.

1. Perder 5 a 10 quilos

Porque não deve fazer esta resolução: extremamente vasta, subjetiva e ambiciosa, esta resolução (que provavelmente já fez vários anos seguidos!) está no topo da lista de muitas mulheres, mas pode ser muito desanimadora e, por isso mesmo, difícil de manter. Como todas nós sabemos, o entusiasmo em torno das resoluções que estabelecemos para o ano novo dura poucos dias, menos ainda se o objetivo proposto for pouco realista.

Resolução alternativa: concentre-se antes em adotar um estilo de vida mais saudável, quer à mesa, quer no que toca à prática de exercício físico. Divirta-se na cozinha e aprenda a fazer receitas deliciosamente saudáveis, passe mais tempo ao ar livre, experimente a meditação e procure aquela atividade física que realmente adora – não vá para o ginásio simplesmente porque acha que deve ir ou porque todas as outras pessoas vão. Existem inúmeras alternativas, como o ioga, pilates, hidroginástica ou simplesmente fazer uma caminhada ou corrida diária ao som das suas músicas preferidas.

2. Esquecer os homens para sempre

Porque não deve fazer esta resolução: O ano que passou pode ter sido difícil em termos de relacionamento – uma relação que não deu certo, uma traição ou um amor não correspondido são todos motivos que podem levar uma mulher a querer esquecer os homens para sempre! Acha sinceramente que essa é uma resolução que deve constar na sua lista para enfrentar um novo ano com otimismo e esperança? E se conhecer o homem dos seus sonhos entretanto?

Resolução alternativa: Se quer dar uma “folga” aos relacionamentos, força! Dedique-se a si, passe tempo de qualidade com as amigas, mas deixe sempre a mente e o coração abertos ao amor. Quem sabe quem pode estar ao virar da esquina…

3. Encontrar um novo amor

Porque não deve fazer esta resolução: é tão bom fazer parte de uma relação estável e amorosa, mas esta não deve ser uma prioridade para o novo ano! Vai passar os próximos 365 dias desesperadamente à procura de um qualquer candidato, sujeitando-se a encontro atrás de encontro – acha que é assim que vai encontrar o seu príncipe encantado? Quando tentamos em excesso ou forçamos algo, as coisas acabam por defraudar as nossas expectativas e podemos acabar pior do que quando começamos.

Resolução alternativa: viva a vida! É tão simples quanto isso! Trate de si, passe tempo de qualidade com a família e as amigas, experimente um novo hobby, inscreva-se num workshop interessante e faça parte do mundo… quem sabe não conhece alguém interessante amanhã ou depois? O amor acontece, por isso, deixe acontecer…

4. Deixar o emprego

Porque não deve fazer esta resolução: embora ser feliz no trabalho é crucial para uma vida de qualidade, se despedir-se do seu atual emprego for uma resolução para o ano novo, a qualidade da sua vida vai certamente cair a pique!

Resolução alternativa: opte por voltar a apaixonar-se pela sua carreira, quer seja através de uma promoção na empresa onde trabalha, trabalhar em regime de freelancer, criar a sua própria empresa ou mudar radicalmente de área. Porém, antes de deixar o antigo emprego para trás, certifique-se que tenha já um novo à sua espera!

5. Casar e ter um filho

Porque não deve fazer esta resolução: casar e ter um filho é uma decisão que deve ser tomada em conjunto pelo casal e não algo que deva constar na sua lista de resoluções para o ano novo. Ter como prioridade “convencer” ou “arranjar maneira” do seu namorado a pedir em casamento também não é algo que deva ser o centro das suas atenções no início de um novo ano – estas coisas acontecem naturalmente por um motivo: porque é assim que tem de ser. Forçar um casamento ou uma gravidez através de uma resolução de ano novo é acrescentar stress e ansiedade a situações que devem representar momentos de felicidade. Se falhar um ou ambos os objetivos, o desalento pode ser muito grande.

Resolução alternativa: conversar com o seu companheiro e fazer planos para um próximo passo na relação como viverem juntos ou então coisas mais simples como quebrar a rotina para solidificar o relacionamento. Se a ideia de um bebé agradar ao casal, aproveite este ano para tomar uma decisão acerca disso, averiguar se é um bom momento, começar a poupar e a planear a chegada do rebento. Acima de tudo, deve procurar melhorar o que tem e dar passos pequenos na direção em que o seu coração aponta… deixe as coisas acontecerem naturalmente, sem a pressão de uma resolução de ano novo. Há coisas na vida que dispensam resoluções de réveillon!

Feliz Ano Novo e muita força na elaboração e na execução das suas resoluções: ano novo, mulher nova!

Comentários (0)