Siga-nos:

8 dicas para ser mais feliz no trabalho

 
Carreira & Dinheiro

8 dicas para ser mais feliz no trabalho

Mulher e portatil

Pelo menos metade das horas que estamos acordadas são passadas em reuniões no escritório, em frente ao computador e em longas conversas telefónicas com clientes que nem sempre são de fácil trato. Prazos apertados, horas extra, colegas difíceis… podem contribuir para um efeito bola de neve que nos deixa literalmente à beira de um ataque de nervos. Respire fundo e aprenda a ser mais feliz no trabalho.

  1. Ambiente de trabalho. Não estamos a falar daquele que enche o ecrã do computador, mas de todo o espaço que normalmente habita das 9h00 às 19h00 e que pode influenciar o seu estado de espírito e produtividade, de forma positiva ou negativa. Uma secretária limpa e organizada, uma cadeira ergonomicamente correcta, um auricular ou headset, e até o brilho do ecrã do PC são pequenos detalhes que contam muito para o seu bem-estar no local de trabalho. Veja quais são as suas queixas mais comuns e procure solucioná-las o mais rapidamente possível.
  2. Hora da pausa. Há tanto que fazer que nem tem tempo para ir à casa de banho quanto mais sair do escritório para ir almoçar? Embora por vezes comer uma sanduíche à secretária enquanto o resto do pessoal sai pode ser exactamente aquilo que precisa para adiantar algum trabalho em paz, não é a solução para o dia-a-dia. Também não é muito saudável almoçar diariamente com os colegas do escritório, principalmente se passarem essa pausa preciosa a falarem exclusivamente de trabalho, ou pior, a queixarem-se de tudo e mais alguma coisa. Aproveite a hora de almoço para andar um pouco a pé, para almoçar com as amigas ou o namorado ou até para ir comer qualquer coisa a casa – será um escape muito benéfico. Durante o resto do dia, tente parar pelo menos 5 minutos de hora em hora, para apanhar um pouco de ar, esticar as pernas, fechar os olhos ou ir à casa de banho molhar o rosto com água fria.    
  3. Postura perfeita. Aqui podemos considerar duas perspectivas: a da postura física que é essencial para evitar o cansaço, as dores de cabeça e a irritabilidade generalizada no final do dia. Sabia que o próprio acto de se sentar direita dar-lhe-á energia e uma sensação de poder imediatos? Vá treinando até aperfeiçoar e veja com os seus próprios olhos os resultados. Para ser mais feliz no trabalho, também é necessário adoptar a postura correcta em termos de relações humanas, ou seja, promover um espírito de equipa, sem entrar em esquemas de competitividade e de mexericos. Não é fácil, mas é possível e, a bem da sua sanidade mental, sugerimos que faça por isso.
  4. Sim & Não. No mundo do trabalho é preciso saber exactamente o que se está a fazer quando se diz que “sim”, mas também é preciso saber dizer que “não”. Dizer sistematicamente que “sim” pode trazer-lhe toneladas de trabalho extra, responsabilidade acrescida, tarefas desconhecidas e um nível de stress pouco salutar, por isso, aprenda a resistir ao impulso profissional de dizer sempre que “sim”. Opte por utilizar frases como “ligo-lhe ao final do dia para lhe dizer alguma coisa” ou “deixe-me consultar a minha agenda primeiro” e assim terá tempo para reflectir antes de se lançar de cabeça e, possivelmente, arrepender-se. O “não” é uma poderosa arma rumo à felicidade profissional e é crucial aprender a usá-la com respeito e nas situações adequadas. Garantimos-lhe que “não” vai querer outra coisa…
  5. Não deixe para amanhã… Aquilo que pode fazer hoje! Todas nós enfrentamos diariamente tarefas difíceis ou chatas, que temos tendência a ignorar ou a procrastinar e que, mesmo assim, nos trazem muita infelicidade. Sabia que quanto mais procrastinar mais difícil vai parecer resolver determinada situação? E que quanto mais depressa resolver esses assuntos pendentes, mais depressa sentirá uma enorme sensação de alívio e de energias renovadas? Clientes chatos e toneladas de burocracia? Quantas são? Que venham elas!
  6. Snacks saudáveis. Em ambientes de trabalho altamente competitivos, ou pior, hostis, os elevados níveis de stress podem ser enfrentados com dois donuts numa mão e o sexto café do dia noutra. Ter a gaveta da secretária cheia de guloseimas pode trazer-lhe uma felicidade instantânea a meio do dia de trabalho, mas não fará nada para o seu bem-estar geral. Procure ter sempre consigo uma garrafa de água, alimentos saciantes, nutritivos e fornecedores de energia para fazer o que tem a fazer num abrir e fechar de olhos. Se preferir esconder-se por de trás de um pacote de bolachas de chocolate, para além de manter o stress em alta e os níveis de energia em baixa, terá ainda de lidar com alguns quilos indesejados.
  7. O trabalho fica no trabalho. Não faça de um hábito levar trabalho para casa, nem fisicamente, nem emocionalmente. Se continuar o seu dia de trabalho no santuário que supostamente é a sua casa, não irá descansar devidamente e irá abdicar de outros aspectos preciosos da sua vida. É importante desligar-se diariamente do escritório, nem que seja para ir libertar todo o stress acumulado numa aula de body combat, para descontrair através da meditação, ir dar uma caminhada com a mãe, ter um jantar romântico com o namorado ou fazer croché. Este escape diário fará maravilhas à sua criatividade, concentração e produtividade. Se parar para pensar um pouco, depressa chegará à conclusão que o trabalho estará lá amanhã, às nove em ponto.
  8. Faça aquilo que gosta. Se não ama o que faz, dificilmente será feliz no trabalho e essa frustração irá, mais cedo ou mais tarde, estender-se às restantes áreas da sua vida. É lógico que o emprego dos seus sonhos nem sempre está ao virar da esquina, mas se não fizer nada para o procurar, ele não vai surgir como que por magia no seu inbox. Comece já hoje a decidir o que quer realmente fazer em termos profissionais: alcançar a tão desejada promoção? Voltar a estudar? Mudar completamente de área? Abrir o seu próprio negócio? Trabalhar a partir de casa? Agora, mãos à obra e comece a fazer tudo o que estiver ao seu alcance, rumo ao paraíso profissional (sim, ele existe!) e a bem da felicidade no trabalho.

Citando uma velha máxima, ser feliz no trabalho pode muito bem resumir-se ao seguinte: “faça aquilo que gosta e não terá de trabalhar um único dia na sua vida”.

Comentários (1)
Marina Lourenço
Sexta, 23/01/2015 - 15:10
Gostei muito deste post...