Siga-nos:

O que deve e não deve fazer num primeiro encontro

 
Sexo & Amor

O que deve e não deve fazer num primeiro encontro

Se há alturas em que nós mulheres queremos fazer uma primeira impressão espectacular é no primeiro encontro com o giraço do amigo do primo da vizinha. Depois de semanas à espera que ele lhe pedisse o número de telefone e a convidasse para jantar, chegou a grande noite. A hipótese de correr bem ou mal é 50/50, mas se o objectivo é conseguir um segundo encontro, saiba o que deve e não deve fazer na primeira vez que saem juntos.

Sim…

  • Ponto de encontro neutro. É muito romântico e cavalheiro da parte dele querer ir buscá-la a casa, mas esse é um gesto que deve recusar gentilmente… pelo menos para já. Quando se trata de um primeiro date, devem encontrar-se num local neutro – à porta do restaurante ou do cinema. Não precisa de divulgar nos primeiros instantes exactamente onde mora e, para além disso, o percurso vai dar-lhe tempo para acalmar os nervos (se for caso disso!) e de ligar o charme no máximo. Se correr mal, vai estar-nos eternamente grata por não ter divulgado a sua morada…
  • Conhecer o programa. Pergunte-lhe o que vão fazer, para que se possa vestir adequadamente, ou seja, não vai querer estar de little black dress e tacões quando ele lhe anunciar que vão ver um jogo de futebol ou de sabrinas e ripped jeans quando ele lhe aparecer de camisa e blazer porque conseguiu uma reserva no restaurante mais in do momento. Já sabe que a primeira impressão é tudo… e estar vestida confortável e adequadamente também!
  • Seja honesta. Por vezes, queremos tanto impressionar alguém que acabamos por dizer e fazer coisas que não correspondem 100% à nossa personalidade e, por incrível que pareça, qualquer homem inteligente consegue aperceber-se disso. Seja honesta, com ele e consigo própria – você, tal como ele (e todas nós!) tem a sua quota de defeitos e virtudes. Ninguém é perfeito, mas todas nós devemos ser autênticas. Afinal de contas, está à procura de um homem que a quer ter ao seu lado tal e qual é, verdade?
  • Divirta-se. Um primeiro encontro não é uma entrevista de emprego, mas antes uma experiência, por isso, divirta-se! Seja optimista e simpática, fale, ouça, ria e tente realmente conhecê-lo e deixar que ele a conheça a si – tudo isto num clima descontraído, sem pressões ou grandes expectativas. Se der certo, óptimo! Se não, ao menos que tenha passado uma noite agradável.
  • Deixe que ele pague a conta. Não vale a pena quebrarem o ambiente – principalmente se está a aquecer! – para discutirem quem paga o quê… Deixe que ele trate de tudo, até porque é uma óptima maneira de observar as suas capacidades em termos de tomada de iniciativa e de decisões, assim como a sua confiança, sensibilidade e nível de gosto. Se houver um segundo encontro, pode sempre ficar por sua conta…
  • Sugerir um próximo encontro. Se houve aquele click e pensa que é recíproco, porque não tomar a iniciativa e sugerir um próximo encontro? Se há alguma coisa que a emancipação das mulheres nos ensinou é que não devemos ter receio de correr atrás daquilo que queremos… com muita classe, confiança e estilo acima de tudo. Há que saber conquistar um homem.
  • O beijo. Nunca se sabe muito bem qual a melhor forma de terminar um encontro, mas a verdade é que darem um beijo não é nenhum pecado mortal, principalmente se “rolar um clima”. Por outro lado, um simples beijo no rosto dele mostra que gostou, sem ser muito agressiva. É sempre bom deixá-lo a querer mais… Se não se sentir confortável beijar um homem no primeiro encontro, um abraço carinhoso também sabe bem…

Não…

  • Cancele à última hora. A não ser que esteja no meio de uma emergência séria, não cancele o encontro à última hora. Se pensa que haverá a hipótese de não poder comparecer ou se eventualmente desistir da ideia, avise-o pelo menos no dia antes e sempre verbalmente – esqueça os SMS! Assim, ele poderá ainda fazer outros planos se desejar e você não fica como a “má da fita”.
  • Chegue atrasada. Um primeiro encontro é sempre marcado por algum stress e nervosismo, por isso, não complique ainda mais as coisas ao chegar tarde. Para além de ser uma falta de respeito (por algum motivo marcamos horas!), deixá-lo à espera sem saber se você vai ou não aparecer dá cabo dos nervos de qualquer um! Também não gostaria que lhe fizessem isso a si, pois não?
  • Fale mal de ex-namorados. Se há assunto que é tabu nos primeiros encontros é o dos ex-namorados, principalmente se não tem nada de bom a dizer sobre os homens que já passaram pela sua vida. Se falar negativamente sobre um ex-namorado num primeiro encontro, o que irá pensar o homem que está à sua frente? Afinal de contas, trata-se de uma pessoa que você consentiu que fizesse parte da sua vida e com quem viveu coisas boas e até menos boas, a maioria das quais íntimas e pessoais. Aqui, menos é mais. Se ele perguntar responda-lhe simplesmente o seguinte: “Já não estamos juntos, mas foi bom enquanto durou”.
  • Ignore a companhia. Como, pergunta você, se estão num encontro a dois? Ao refugiar-se no telemóvel com chamadas e SMS desnecessários, respondemos nós. Embora o telemóvel possa parecer um bom escape aos momentos de silêncio ou de constrangimento num first date, não é. Ele pode sentir-se posto de parte e desconfortável, o que já são dois motivos válidos para estragar o ambiente. Vá antes à casa de banho, apanhar ar ou refrescar o rosto. Pode contar às amigas todos os detalhes do encontro amanhã… assim também cria mais suspense!
  • Abuse na comida e bebida. Se o primeiro encontro for uma refeição, tenha cuidado com aquilo que pedir, ou seja, existem alimentos mais complicados de comer do que outros. Não vai estar tão concentrada na massa à bolonhesa, porque não quer sujar a camisa branca, que acaba por esquecer a companhia; ou sentir-se desconfortável porque deixou que ele encomendasse lagosta para os dois e agora não sabe como é que se come aquilo! No que toca às bebidas alcoólicas, todo o cuidado é pouco – um copo de vinho ou uma caipirinha é sempre adequada, mas atenção às segundas, terceiras e quartas rodadas… quer que ele a veja no seu melhor e não a correr descalça atrás de um táxi a cantar a plenos pulmões!
Comentários (1)
SofiaDutchess
Quarta, 14/11/2012 - 16:11
Adorei o artigo, conseguiu deixar-me bem-disposta e fez com que soltasse umas belas gargalhadas. Acho que muitas mulheres se identificam com a parte do "não deve..", porque provavelmente num ou outro encontro, já aconteceu fazermos ou dizermos algo que não deveríamos ter dito...:D Comigo já aconteceu algumas vezes, no entanto, nunca senti que isso tivesse prejudicado totalmente o encontro, temos que saber dar a volta às coisas..Adoro os first date, nunca se sabe as surpresas que nos esperam.:):)