Siga-nos:

O que fazer quando não tem nada para vestir

 
Moda

O que fazer quando não tem nada para vestir

mulher em lingerie

Uma das frases mais proclamadas por mulheres em todo o mundo – o “não tenho nada para vestir!” – surge sempre nas piores alturas: segunda-feira de manhã quando já estamos 20 minutos atrasadas, meia hora antes do jantar com os pais dele, uma reunião importantíssima com a administração. Saiba como salvar o seu visual destas situações, seja porque não passa a ferro há semanas ou porque já está entediada com o seu velhinho guarda-roupa.

Inspire-se. Dedique algum tempo a pesquisar sites ou blogs de moda e inspire-se nas mulheres mais bem vestidas que encontrar para criar os seus próprios looks. Existem ainda sites aonde mulheres “normais” colocam fotografias dos seus outfits diários, alguns exemplos incluem o Wardrobe Remix, My Style Diary ou então The Sartorialist (considerado pelo prestigiada Times Magazine um dos blogs de design mais influentes). Em alternativa ou para uma dose extra de inspiração, da próxima vez que estiver a folhear uma revista de moda, preste atenção às diferentes propostas apresentadas e veja como pode reproduzi-las tendo em conta o seu próprio guarda-roupa.

Jogo da moda. Da próxima vez que proferir a desesperante frase “não tenho nada para vestir!”, feche os olhos e retire, sem espreitar, uma peça de vestuário à sorte do armário ou de uma gaveta. O desafio é conseguir criar um look em torno dessa peça e sair de casa tal e qual está: sai sempre a ganhar com este jogo da moda, ora porque pode conseguir combinações fantásticas sem querer, descobrir novas formas de juntar velhas peças, desenterrar roupa que já não se lembrava ter e, acima de tudo, vai divertir-se com este desafio. Está pronta para pôr à prova o seu velhinho guarda-roupa?

Brincar às modelos. Em vez de ver televisão, dedique um dos seus próximos serões ao seu armário e gavetas – abra tudo e comece a experimentar novos visuais. A ideia é combinar peças inesperadas, ou seja, se veste as calças pretas que lhe ficam muito bem sempre com a mesma camisa branca e cardigan cinzento, experimente juntar a camisa com uma saia pencil ou então as calças com uma túnica. Não se lembra quando brincava “às senhoras” com a roupa e os sapatos da sua mãe? Era tão divertido… agora também vai ser, a única diferença é que é a sério! Dica extra: há quem goste de tirar fotografias dos melhores looks para mais recordar, ou seja, para emergências de moda!

Roupa versátil. Para poder evitar momentos pouco inspirados na hora de se vestir, procure investir em peças de vestuário versáteis, ou seja, roupa que possa ser usada de várias maneiras, caso deste vestido. Existem inúmeras marcas que têm vindo a apostar em peças multifacetadas, caso da RN Convertible, cujas colecções incluem roupa que até pode ser vestida do avesso. Com um trunfo destes, basta diversificar nos acessórios e nos sapatos para criar a sua própria colecção Primavera/Verão ou Outono/Inverno.

Peça algo emprestado a um homem. Nos dias em que o seu armário é uma fonte de depressão, procure ânimo no guarda-roupa masculino mais próximo – irmão, melhor amigo ou namorado. Dependendo da diferença de estaturas, junte uma camisola em v dele com umas jeans skinny e umas sabrinas; rapte uma camisa branca ou gravata; ou então, a grande moda do momento: os boyfriend jeans… é isso mesmo, umas calças de ganga masculinas dobradas nas bainhas. Se tiver acesso ao armário de um homem e não tem receio de arriscar com a moda, porque não?

O segredo está nos acessórios. Muitas vezes, nos dias em que “não tem nada para vestir” mas acaba por se vestir porque tem de sair de casa e não pode fazê-lo de pijama, pode sentir-se insatisfeita com o resultado final. Renda-se aos acessórios! Uma mala colorida, um chapéu, alguns colares sobrepostos, uns collants com padrões, um lenço, um alfinete de peito, umas botas de cano alto ou uns sapatos de salto podem fazer toda a diferença.

Troca de roupa. Se esta situação se tornar crónica, terá de tomar medidas drásticas – uma troca de roupa! Marque na agenda um sábado à tarde com as amigas em sua casa, onde o requisito é cada uma levar roupa que já não veste, não lhe serve ou já não quer (faça o mesmo) e depois improvisem um gabinete de prova e procedam às trocas. A cada vez mais popular clothes swap junta o útil ao agradável – sem gastar um tostão, de repente vai ter roupa nova no armário e ainda a memória de uma tarde bem passada! Repita sempre que necessário.

Comentários (2)
juliana lira
Terça, 19/11/2013 - 13:40
gostei dessas dicas .....
Jaqueline Azevedo
Quinta, 03/04/2014 - 18:53
..Adorei as dicas...