Siga-nos:

Top 10 alimentos fitness para as mulheres

 
Saúde & Bem-estar

Top 10 alimentos fitness para as mulheres

Prato de frutas vermelhas

Quer potenciar as suas aulas de ginásio com os alimentos mais adequados? Esta “lista de compras” foi feita a pensar nas mulheres que se dedicam a assegurar, com uma dieta saudável e um plano de exercício físico regular, o seu bem-estar físico e mental.

1. Bananas

Devido ao seu elevado índice de potássio, descascar e comer uma banana é o alimento perfeito para aliviar aquela irritante dor do lado. As cãibras musculares estão relacionadas com a falta de sódio, no entanto, o potássio também tem um papel importante no tratamento deste tipo de dor: é fundamental para repor os líquidos que perdeu na aula de aeróbica (em forma de suor entenda-se!) e ajuda a absorver os líquidos que ingere pós-ginástica, garantindo uma hidratação completa. Para além disso, as bananas estão recheadas com hidratos de carbono energizantes: uma banana média contém 400 miligramas de potássio e 29 gramas de hidratos de carbono.

2. Frutos Silvestres

Considerados uns dos 20 alimentos mais ricos em antioxidantes, uma mão cheia de mirtilos, framboesas e amoras está recheada de nutrientes indispensáveis para proteger os músculos contra as eventuais lesões que possam advir da prática de exercício físico. Sempre que comprar frutos silvestres, preste particular atenção à sua cor, quanto mais escuros mais saudáveis.

3. Bagas Vermelhas

¼ copo de bagas vermelhas contém 25 gramas de hidratos de carbono, extremamente generosos para potenciar uma aula de step ou recuperar dela no final. Adicionalmente, as bagas vermelhas são compostas por proantocianinas, um composto essencial para prevenir e combater infecções urinárias… afinal de contas, correr para a casa de banho de cinco em cinco minutos não é exactamente o exercício físico que tinha em mente, pois não?

4. Laranjas

Onde começar? Talvez com o facto de uma única laranja conter a dose diária de vitamina C recomendada para as mulheres (75 miligramas). Para além de contribuir para a reparação do tecido muscular, a vitamina C potencia ainda a produção de colagénio, um tecido que mantém os ossos fortes e a pele firme.

5. Cenouras

As cenouras são compostas por grandes quantidades de hidratos de carbono complexos que, para além de fornecerem energia aos músculos, também libertem o potássio necessário para controlar a pressão arterial e as contracções musculares. Bónus: meio copo de cenouras contém apenas 35 calorias.

6. Batatas

Sua mais do que gosta de admitir? Não está sozinha, mas é mais importante preocupar-se com a reposição dos electrólitos perdidos com a transpiração do que com a transpiração em si. Neste caso, uma batata assada em folha de alumínio com uma boa pitada de sal vai assegurar os electrólitos, sódio e potássio necessários para manter, em equilíbrio, os fluidos que se concentram em torno das células e que garantem a contracção correcta dos músculos.

7. Amendoins

Não subestime o poder de uma mão cheia de amendoins – a abarrotar com energia, são conhecidos por fornecer uma força extra na hora de correr mais um quilómetro ou fazer mais cem abdominais.

8. Cereais Integrais

Precisa de retemperar forças e aconchegar o estômago antes de sair para o ginásio? Uma taça de cereais com leite magro é a melhor aposta porque contém proteínas que fortalecem os músculos e hidratos de carbono complexos que potenciam a sua resistência e performance. Para além disso, um snack deste género, ingerido 60 minutos antes do seu workout, vai dar-lhe energia para pular com mais força e durante mais tempo, evitando ainda que coma em excesso depois da aula.

9. Ovos

Fonte de energia, os ovos contêm colesterol – necessário para o funcionamento pleno do nosso organismo desde que não seja em excesso – e a sua gema é uma excelente fonte de ferro e de lecitina, sendo este último fundamental para a saúde cerebral. Também temos de manter o nosso cérebro em forma, não é verdade?

10. Salmão

Para além de ser um dos alimentos mais saudáveis que pode dar ao seu coração, estudos recentes sugerem que as gorduras monosaturadas e de ómega 3 encontradas no salmão podem contribuir para a redução do perímetro abdominal. Quer melhores motivos para comer uma bela posta de salmão grelhado?

Comentários (0)