Siga-nos:

Top 7 tratamentos de acne para a mulher

 
Beleza

Top 7 tratamentos de acne para a mulher

Mulher com pele lisa

A acne facial é um pesadelo para qualquer mulher e, por vezes, não há creme ou cuidados possíveis que evitem o aparecimento persistente das inestéticas borbulhas e pontos negros. Nesses casos, há que partir para tratamentos alternativos e a verdade é que existem cada vez mais soluções anti-acne, no entanto, nenhuma delas dispensa uma consulta prévia de dermatologia.

  1. Laser: a utilização do laser para tratar a acne facial veio revolucionar os tratamentos anti-acne. O dispositivo do laser, que não é mais do que a amplificação da luz por emissão estimulada de radiação, emite uma radiação eletromagnética diretamente sobre as áreas afetadas da pele. Este tratamento tem como principais objetivos queimar a glândula sebácea responsável pela produção da oleosidade da pele que muitas vezes origina a acne; queimar o saco folículo, que também pode ser fonte de oleosidade; e eliminar as bactérias que são muitas vezes as grandes culpadas da acne facial. Os tratamentos laser têm ainda a vantagem de impulsionar a produção de colagénio, o que rejuvenesce por completo a pele. Para quem sofre com as cicatrizes deixadas por anos e anos de crises de acne, tem à sua disposição tratamentos laser específicos como, por exemplo, o laser “Dermo”, o laser de CO2 e laser “resurfacing”.
  2. Peeling químico: ao contrário do que o seu nome sugere, um peeling químico não implica nenhuma descamação da pele, mas antes uma esfoliação profunda e intensiva. A palavra químico advém do uso de ácidos como glicólico, fenol, tricloroacético, alfa e beta hidroxiácidos para efetuar esta esfoliação praticamente instantânea. Qual a sua ação anti-acne? A aplicação da substância ácida e consequente manutenção durante alguns minutos sobre a pele, remove as células mortas e diminui a oleosidade da pele, o que proporciona a desobstrução dos poros e dos folículos pilosos, principal causa da acne facial. Este processo – que pode ser realizado numa clínica de dermatologia, clínica estética ou spa-médico – apresenta alguns efeitos secundários, caso da sensação de picadela, calor ou mesmo de queimadura aquando da aplicação dos agentes esfoliantes, assim como um aspeto avermelhado da pele que pode até durar alguns dias.
  3. Injeções de corticoides: pode parecer, à primeira vista, um tratamento um pouco assustador, uma vez que envolve agulhas, no entanto, as injeções de corticoides é considerado um tratamento anti-acne altamente eficaz e até mesmo indolor. Administradas pelo dermatologista, uma agulha pequena com corticoide diluído é introduzida diretamente nas pápulas, nódulos e quistos (o tratamento é mais indicado para acne grave) onde, para além de aliviar a inflamação e estimular uma cicatrização rápida, previne contra a formação de cicatrizes de acne.
  4. Micro-dermabrasão: Não-invasiva e indolor, a micro-dermabrasão é um tratamento anti-acne que tem na sua base um aparelho tipo “aspirador” que expele cristais muito finos que são depois utilizados para “polir” a pele, sendo novamente “aspirados”, juntamente com as células mortas, pontos brancos e pontos negros. Para além de serem imediatos – a pele fica visivelmente mais lisa e luminosa – os resultados da micro-dermabrasão são de longa duração uma vez que a camada superficial da pele é praticamente toda ela removida.
  5. Terapia fotodinâmica: para tratar e prevenir a acne facial (mas também as cicatrizes que deixou no seu rasto) existe ainda a terapia fotodinâmica – um tratamento assente na luz pulsada e num agente fotossensível, que é indolor e não-invasivo. Devidamente limpo e protegido com uma substância fotossensível, a área do rosto afetada pela acne é exposta a uma luz vermelha que não só reduz a inflamação como diminui o tamanho das glândulas sebáceas; a exposição à luz azul é responsável pela destruição das bactérias que contribuem para o aparecimento da acne.
  6. Faciais spa: tratar a acne também passa pela prevenção, por isso, as faciais spa são um excelente tratamento alternativo que, para além de fazer bem, também sabe muito bem! Seja uma facial esfoliante ou mesmo anti-acne, ambas são indicadas para a remoção e prevenção da acne. Eliminar as células mortas, extrair as impurezas que bloqueiam os poros, desinfetar e hidratar a pele é uma boa maneira de devolver ao rosto a sua luminosidade e beleza natural, sem borbulhas à vista. Indolor e não-invasivo, este é um tratamento que pode ser feito regularmente na luta contra a acne.
  7. Limpeza de pele japonesa: inspirado nos cuidados de pele que as japonesas não descuram (haverá pele mais lisa?), este tratamento baseia-se no “Super Sonic”, um aparelho de ultrassom japonês que, ao disparar uma corrente ultrassónica sobre a pele, não só elimina as células mortas do rosto, como impulsiona a produção de colagénio e elastina e, consequentemente, uma rápida e eficaz renovação do aspeto da pele. O próprio calor do aparelho aquece as glândulas sebáceas que acabam por expulsar, elas próprias, todas as impurezas e pontos negros que entopem os poros e que podem contribuir para a formação de acne. Uma limpeza anti-acne que é feita de dentro para fora da pele, sem dor ou efeitos secundários, como vermelhidão ou inchaço.
Comentários (1)
J.ribeiro
Domingo, 03/02/2013 - 21:58
ola.. tenho olheiras desde muito nova, mas nao tenho papos apenas a zona muito escura, ja usei cremes ro-lon e nao ha diferença alguma, ate com uma boa maquilhagem, e notase que tenho olheiras, e ja falei com familiares e sei que nao é genetico. :(