Siga-nos:

Vestir-se com sucesso: saiba como

 
Moda

Vestir-se com sucesso: saiba como

Mulher bem vestida

Acontece-lhe estar em frente ao seu armário e dizer desesperadamente “não tenho nada para vestir!”? Já todas passamos por isso, mais vezes do que queiramos admitir e sempre nas piores alturas. Ser uma mulher bem vestida (e para as quais todas as outras olham com admiração!) é tão simples como seguir estas três regras: vestir-se conforme o seu tipo de corpo, a sua idade e definir o seu próprio estilo.

O seu corpo

Por mais que sonhamos com isso, as tendências que arrasam nas colecções de Nova Iorque e Paris nem sempre ficam bem a todas as mulheres. Isto porque as mulheres são feitas dos mais variados tamanhos e feitios e para tirar o melhor partido daquilo que a moda nos tem para oferecer, há que conhecer bem o seu corpo e quais as roupas que lhe favorecem… assim, pode arrasar cada vez que sai de casa!

  • Corpo de pêra – a forma mais comum nas mulheres, o seu corpo é mais largo em baixo do que em cima, por isso, há que conseguir um equilíbrio elegante e feminino. Todos os seus tops, camisas e camisolas devem ser justos e devem definir a cintura – esqueça os cortes mais quadrados. Como quer desviar as atenções para cima, escolha modelos com detalhes nos punhos, mangas e golas; sendo que o seu comprimento ideal deve ser até ao início da anca e não devem cobrir o “traseiro”, para não evidenciar as suas desproporções. O layering na parte de cima do corpo favorece-lhe, assim como todo o tipo de casacos e acessórios – a ênfase na zona superior, vai desviar atenções da zona inferior. Para disfarçar o seu “traseiro” e alongar as pernas, opte por calças bem estruturadas, com frentes simples e bainhas largas, combinadas com saltos altos de preferência! Em termos de saias, esqueça as de lápis ou em viés e vista antes as saias trapézio, sempre até ao joelho.
  • Corpo de ampulheta – a inveja de muitas mulheres, este é um corpo fenomenal, com todas as curvas nos sítios certos: peito e cintura. Tire o melhor partido das suas formas ao escolher vestuário que vai acentuar as suas curvas e não escondê-las, ou seja, use e abuse dos vestidos, saias e calções. Os cintos largos favorecem-lhe, assim como qualquer casaco ou trench que seja cintado. Escolha tops simples e bem definidos (não precisa de mais detalhes na zona do tronco!) e camisas cintadas para usar por dentro das calças. Para que a parte inferior do seu corpo não pareça tão cheia quanto a superior, escolha calças e jeans de frente lisa, cinta-descida e largas em baixo, tipo flare. As saias lápis são uma aposta ganha, assim como os saltos altos para uma silhueta elegante e ultra-sexy!
  • Corpo de maçã – embora bem proporcionada, possui um bocadinho de “bagagem” extra na zona da barriga, o que a deixa sem uma cintura bem definida. Para além de disfarçar o seu “pneuzinho”, há que criar a sensação de curvas, por isso, opte por camisolas com decote em V e detalhes nas mangas ou punhos para retirar atenções do centro. Fuja dos tops muito curtos e apertados que vão mostrar tudo aquilo que quer esconder! Use as camisolas por fora das calças e, no que toca a casacos, devem ter uma cintura bem definida e um comprimento até às ancas. Tanto as camisolas, como os vestidos trespasse são uma boa opção, em detrimento de peças largas ou com muito movimento. Para a parte de baixo, comece por evitar cintos e qualquer detalhe em torno da cintura. As calças e saias (até ao joelho é o ideal) devem ser simples (sem pregas!) para manter a zona da cintura o mais liso possível. Evite a moda skinny que, ao favorecer as suas pernas magras, vai realçar o volume que já tem na parte de cima.
  • Corpo rectangular – uma estatura bem proporcionada, elegante, mas sem curvas, o que quer dizer que tem de se vestir no sentido de criar peito e uma silhueta mais feminina. Escolha camisolas com decotes altos (para não mostrar o que não tem!), detalhes vários ou estampados. Como tem pouco peito, compense e mostre os seus braços e as suas costas – os tops sem mangas favorecem-lhe! Em termos de casacos, esqueça os modelos muito quadrados e opte antes por aqueles com cinturas bem definidas. O layering é a sua melhor opção para criar as tão desejadas curvas – uma camisola com decote em V sobreposta a uma t-shirt de gola redonda ou um colete por cima de uma camisa. Para a parte inferior, interessa criar curvas, que podem ser conseguidas com calças mais justas (todos os cortes de jeans ficam-lhe bem), assim como calças casuais com bolsos que lhe vão emprestar o volume que procura! As saias lápis e volumosas foram feitas para si, assim como os cintos que vão acentuar a cintura da forma mais sexy possível! No entanto, não abuse nas cintas-descidas, que vão alongar o seu tronco, criando uma silhueta desproporcional.
  • Corpo de triângulo invertido – a forma menos comum nas mulheres e, como os seus ombros e tronco são mais largos do que as suas ancas, a missão é suavizar a parte superior do corpo e acrescentar volume à parte inferior. Prefira tops em tecidos suaves e “movimentados” em vez de tecidos tesos e muito estruturados; os decotes devem ser em V ou em U, porque ajudam a definir a cintura, assim como as camisolas cintadas. As camisas, as túnicas e os casacos sem golas são perfeitos para estreitar os ombros, ao invés de decotes em barco, mangas volumosas e tops sem alças que vão realçar e até exagerar a sua largura de ombros. Vestidos em viés ou tipo túnica são os ideais para o seu corpo e se vestir um cardigan, não aperte os botões, para atenuar o contorno dos ombros. Como a parte inferior do seu corpo é magra e elegante, não há calças que lhe ficam mal, sendo que as jeans skinny ou com bainha larga e as calças casuais com bolsos assentam-lhe especialmente bem. Use e abuse dos calções e, em termos de saias, procure vestir as mais volumosas para um equilíbrio perfeito, fugindo das saias lápis que vão dar maior ênfase ao seu tronco já largo.  

A sua idade

  • O que vestimos aos 15 anos de idade dificilmente vamos continuar a usar aos 30 e quando chegarmos aos 60 a moda é definitivamente outra! Entre os 20 e os 30, a nossa beleza e juventude estão no auge, sendo a fase em que podemos experimentar tudo e quase tudo nos fica bem. Brincamos com os diferentes estilos até definirmos aquele que melhor nos assenta.
  • Entre os 30 e os 40 anos, trabalhamos esse estilo, juntando-lhe uma pitada de maturidade e sofisticação – afinal de contas já somos umas senhoras! Nesta fase da vida, há que ter mais cuidado com as modas que vão e vêm, com os decotes e as bainhas, com a maquilhagem e o tipo de acessórios que escolhemos. Encare a moda de uma forma mais séria.
  • Ao atingirmos os 50 e os 60 anos, não quer dizer que temos de abandonar a moda para sempre! Há que ter maior cuidado com a maquilhagem e escolher roupa de corte impecável, simples e sem grandes padrões… e não largue os seus jeans por nada! As gangas escuras vão continuar a assentar-lhe bem e a fazer jus ao seu espírito fashionista!
  • Com o passar dos anos, podemos continuar a vestir-nos como jovens, sem parecer desajustada ou a tentar ser a mulher que já fomos! Sensibilidade e bom senso são as chaves para nos vestirmos e sentirmos como mulheres em todas as fases da vida. 

O seu estilo

  • A moda está ao nosso serviço de todas as formas e feitios imagináveis… o truque é escolher o estilo certo para si e para que faça sempre furor feminino! Com o passar do tempo, definimos cada vez mais aquilo de que gostamos e aquilo que não nos diz absolutamente nada. A nossa afirmação pessoal em termos de moda pode ser feita através das peças que escolhemos usar ou daquelas que retiramos por completo do nosso armário: preferir calças em vez de vestidos; usar saias só no Verão; adepta incondicional dos saltos altos; incorporar um lenço diferente no seu visual diário; nunca usar brincos, só pulseiras; a cor preta tem de estar presente em cada look; apenas veste calças de ganga… são estes pequenos detalhes que nos definem. No fundo, é tudo uma questão de bom marketing pessoal para uma imagem com muito estilo.
Comentários (6)
Fabiana santos
Quarta, 20/02/2013 - 22:43
Uma pessoa q e magra, nao tem peito nem bunda se encaixa no retangulo? Tenho 1,65 m d altura e peso 47kg. Obrigada
Anna Lara
Terça, 09/04/2013 - 14:18
Fabiana,vc se encaixa no grupo das modelos,com essa altura e esse peso toda roupa cai bem,nada fica marcando,aproveite,abuse mesmo,hoje nao digo todas,mas 80% das mulheres dariam um dedo pra terem o seu estilo.Se eu fosse magrinha,sem peito e sem bunda,usaria vestido longo e folgado,blusas esvoacantes ,com babados,calca skinny com tunias.Aproveite. Bjss
JANETE
Sexta, 26/04/2013 - 19:43
Olá , tenho 37 anos , 1,60m, 59kg, 99 de busto, 68 de cintura, e 100 de quadril, sou malhada faço musculação. Vários tipos de roupas cai bem em mim, em especial as mais justas, mas tenho duvidas sobre o que usar , devido a idade tenho muito medo de parecer ridícula . Preciso de umas dicas , desde já muito obrigada.
Francielly Vicente
Segunda, 04/11/2013 - 21:26
Gosteei muiito !! Ótiimo artigo ..
Gisele Saito
Quarta, 29/01/2014 - 03:59
Eu tenho 1 68 de altura e 60 kls , me sinto meio gorda e tudo que eu visto parece ruim , eu gosto de usar roupas da moda japonesa meias 3/4 e saias de prega mas parece que não fica tão bem como antes , o pipr é meus braços queria uma roupa que os feixasse maos menores. Obrigada
Gisele Saito
Quarta, 29/01/2014 - 03:59
Eu tenho 1 68 de altura e 60 kls , me sinto meio gorda e tudo que eu visto parece ruim , eu gosto de usar roupas da moda japonesa meias 3/4 e saias de prega mas parece que não fica tão bem como antes , o pipr é meus braços queria uma roupa que os feixasse maos menores. Obrigada