Siga-nos:

Isolamento pós materidade, é tão dificil fazer amigos.

 
Por NSimone
Sexta-feira, 04 March 02:03
Isolamento pós materidade, é tão dificil fazer amigos.

Olá, eu achei o site/forum depois de muitas tentativas em achar algo que condiz com o que preciso.
Preciso desabafar, gritar, tirar tudo isso de dentro do meu coração de uma forma privada. Espero encontrar aqui apoio sincero e honesto.

Vou tentar ser mais objetiva possivel.

Eu moro longe da minha familia e amigos ( se assim posso dizer) a muitos anos...mais afastada mesmo a 5 a 6 anos.
Indes que conheci meu esposo, a 10 anos atras sempre estavamos viajando por isso dificil manter contato e vida social. Meu relacionamento é otimo, meu esposo é meu melhor amigo e já conversamos varias vezes sobre o que vou relatar aqui.

Enfim a 2 anos tive meu primeiro filho, tudo muito intenso, quando ele nasceu tive medo até de tocar meu bebe, li muito durante a minha gravidez me fez ficar paranoica.Resultado meu filho é super mimado e hiper grudado a mim. Somos sim pais super protetores. Até então nada de errado com isso. Mas faz parte do "problema" que estou vivendo agora. Eu e meu esposo costumavamos antes de ter nosso filho, bater papo por horas, sempre aproveitamos muito a compania um do outro essa era uma das razões que não sentia falta de amizade e familia, porque meu esposo supria toda essa necessidade. Hoje mal conseguimos terminar de assistir um filme juntos.

SOU EXTREMAMENTE SOLITÁRIA. VIDA SOCIAL ZERO. PERDI MINHA IDENTIDADE COMO PESSOA.

Vivo hoje nos Estados Unidos, meu esposo é americano. Não moramos perto da familia dele que eu acredito que não faria muita diferença. Eu custumava ser bem espontanea, extrovertida, mas os anos foram passando me tornei uma pessoa fechada, me vejo julgando as pessoas...me vejo enfiada nesse buraco que eu mesmo cavei e não sei como sair.
O sonho de mãe com varias amigas mães e tal...furada!
Meu esposo tem trabalho dele, amigos dele, saidas dele e tenta me ajudar como pode mas suas respostas e soluções objetivas não ajudam. Voltei ao meu trabalho, mas trabalho em casa online então continuo isolada.

Pra completar meu filho não tem contato com ninguém, avós, tias e tios, não frequenta escolinha, e não fica com ninguem então nem babá é opção. Eu o amo muito mas gostaria de "compartilhar"a atenção dele. Entendo que faz parte da meterndade tudo isso, mas quem é mão entende do que digo.

Não tenho um momento pra mim, pra rir, relaxar, ficar despreocupada nem que por 2 horinhas.

Sinto as vezes egoista, mas sei que não é o caso. Sei qual é o problema e solução o dificil é colocar na pratica.

Não posso desabafar com a minha familia e com os poucos (nenhum) amigos que tenho fora meu esposo como me sinto porque sei que vira fofoca! E uma coisa boa de se viver isolada é que adquiri algo que valorizo na minha vida DRAMA FREE! Odeio negatividade, drama e fofoca!

Quero novos amigos, gente leve, de verdade, pessoas pra papear e compartilhar momentos...

Triste mais é assim, enfim é muita coisa pra descrever, e explicar. Espero que tenha sido o suficiente para entender.

Queria desabafar um pouco, alguém mais em uma situação assim? Alguma luz ai no fin do tunel? kkkkkkk

Beijo, fiquem em paz positivdade sempre!

Por usuaria10
Quinta-feira, 25 August 09:15
Olá NSimone Me identifiquei um pouco com a sua história, porque também vivo fora do meu país, no meu caso na Espanha, e também estou tendo "quase" o mesmo problema. Não tenho filhos com ele, é meu segundo marido, tive um filho bastante jovem, que agora já tem 19anos e está começando a universidade no nosso país, sou mãe virtual agora :-). No caso do seu filho, sei que é uma decisão difícil as vezes,mas para o bem dele e seu, você deveria colocar em uma escolinha, para que vá se desenvolvendo como criança. Isso é para o próprio futuro dele, mais tarde você vai se agradecer por isso. Ele aprende e você tem mais liberdade para você mesma, por sim, nós necessitamos isso, tempo para nós. No caso de trabalhar online, isso passa comigo também, as vezes tenho saudades de trabalhar em uma empresa e ter companheiros de trabalhos, meus companheiros são todos "virtuais" também. Procure algum hobbie que você goste, classes de salsa, por exemplo, algo que você possa conhecer gente nova, e se divertir ao mesmo tempo. Também se precisar pode mandar mandar mensagem para mim, ao final as trabalhadoras Homeoffice têm que se apoiar :-) Que tenha um bom dia!
Faça login ou registe-se para responder ao tópico.